Institutos de pesquisa não entendem o eleitor

Na era da informação digital, institutos de pesquisa eleitoral se mostram frágeis e não conseguem entender o comportamento do eleitor neste novo panorama. Essa é a opinião de Arthur Igreja, especialista em Tecnologia e Inovação e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV).Com o encerramento do primeiro turno das eleições no Brasil, pôde-se analisar uma diferença Leia mais sobreInstitutos de pesquisa não entendem o eleitor[…]

pt_BRPortuguese
es_ARSpanish pt_BRPortuguese
Whatsapp Elica